I-Ching.

“A simplicidade do I-Ching é espantosa, muito por ser uma simplicidade que carrega uma capacidade geradora e construtiva; um espelho do funcionamento da natureza onde a estrutura se encontra representada, visualmente e metaforicamente.”

Fragonoix Willhem

 

 

64 Hexagramas

Hexagramas do I-Ching

O I-Ching é um método de representação e leitura do universo, baseado na divisão do uno em duas forças, opostas e de mesmo peso. Essa dicotomia pode ser observada nas estruturas naturais – conseqüentemente, nas representações que o homem faz destas – e também no universo dos conceitos, na divisão em preto/branco, feminino/masculino, terra/céu, fundo/figura, sendo representado, a um nível superior, por duas forças denominadas yin e iang.

 

Essas duas forças dinérgicas – representadas no I-Ching por uma linha dividida (yin) e uma indivisa (iang) –, quando somadas, ganham novas representações, diferentes e mais complexas. Esse conceito seria transformado, muito posteriormente, no sistema binário dos computadores com a utilização do 0 e do 1 como os dois elementos opostos, os elementos primordiais que, quando multiplicados, assumem diferentes concepções.

 

Pa Kwa

Pa Kwa

No I-Ching, as linhas formam oito tríades, que podem ser unidas no Pa Kwa, representando assim, as oito direções, ou seja, os pontos cardeais e colaterais da rosa-dos-ventos. Representam também conceitos como penetração, acolhimento, alegria serena, imbolidade, luz, perigo, permeação e movimento, entre outras analogias à fenômenos naturais, parentes, animais, partes do corpo, etc.

 

A soma das tríades resultam num quadro de 64 hexagramas, ganhando novos conceitos e representações. Esses hexagramas podem ser lidos de um modo racional, analisando as linhas à partir da divisão em tríades, combinando os conceitos somados. Pode-se observar com uma aproximação ainda maior os diferentes conceitos das linhas, que relativizam-se de acordo com a posição que aparecem no hexagrama. Contudo, a representação gráfica pode ser lida de um modo mais subjetivo, apenas com a observação do símbolo gráfico.

O uso do I-Ching como oráculo era feito pelos antigos chineses com cinquenta varetas. Curiosamente, uma era retirada no início, talvez representando a escolha do consulente (a teórica e invisivel sétima linha). Depois de devidamente manipuladas, em um processo lento e meditativo, os resultados eram somados através de dois valores: 2 e 3. As somas podem resultar os números 6, 7, 8 ou 9. Os números ímpares são linhas contínuas e, os pares, linhas divididas.O 6 e o 9, no entanto, são linhas flutuantes/móveis. Forma-se o hexagrama inicial e, em seguida, altera-se a polaridade das linhas móveis, gerando um hexagrama análogo.

 

Carl Gustav Jung

Carl Gustav Jung

O I-Ching foi estudado por Terence McKenna, como dito anteriormente neste mesmo blog. Jung, Leibniz e outros também criaram novas raízes para o I-Ching dentro da ciência. Um estudo mais recente relaciona o I-Ching com o DNA humano. As aplicações da noção e desenvolvimento do I-Ching podem ser vistas em diferentes áreas da expansão do conhecimento e da consciência humana.

 

 

 

Links relacionados:

Yijing Algebra
http://www.yijing.co.uk/

An Ancient and Occult Genetic Code
http://www.battleax.org/NATASHA/CODE01.HTM

Binary and Octal Numbers / Ba Gwa and Yi Jing Numbers
http://www.chinapage.com/classic/iching/binary.html 

 

Anúncios

Uma resposta

  1. Não sei se vc reparou, mas no Holly Mountain, do Jodorovsky, aparece um bocado disso…
    To doido pra ver um especialista em semiótica falando desse filme !
    Abraços aê !

    setembro 1, 2008 às 4:16 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s